Are you the publisher? Claim or contact us about this channel


Embed this content in your HTML

Search

Report adult content:

click to rate:

Account: (login)

More Channels


Channel Catalog


(Page 1) | 2 | 3 | .... | 8 | newer

    0 0


    Durante muito tempo eu sonhei em ter uma cadeira Panton e agora o sonho virou realidade! Acabei de levar uma vermelhinha pra casa e tô morrendo de amores por ela.

    A Panton é o tipo de cadeira que levanta a moral de um ambiente. É sério! Basta apenas uma e o espaço ganha novos ares como num passe de mágica. Além de ser uma cadeira desenhada há mais de 50 anos, seu formato irreverente (parece uma escultura) ainda hoje é uma das cadeiras mais desejadas por amantes de móveis de design, e nessa categoria eu me incluo com certeza.

    Criada em 1967 pelo designer Verner Panton, foi a primeira cadeira a ser moldada integralmente em plástico e até hoje tem cara de inovação. De tão versátil que é, ganhou até um concurso de customização promovido no Reino Unido onde artistas e designers personalizam este ícone do design.

    E embarcando nessa onda de customização (assim como faço em quase tudo aqui em casa) também resolvi dar uma carinha exclusiva pra minha Panton vermelhinha. Procurei pensar em algo que pudesse mudar se por acaso um dia eu resolvesse voltar atrás e para isso nada mais barato e seguro do que adesivos.

    Fiz essas opções no photoshop pra ter ideia do resultado e agora tô numa dúvida cruel por que gostei de todas (aloka).




    Como eu sei que tenho bons amigos aí do outro lado da tela, venho pedir uma pequena ajudinha pra me decidir. Me diz qual opção você acha que eu devo fazer? Please!!! A que for mais votada será a escolhida (e eu vou te amar pra sempre pelo favorzão :-)

    . . .

    Boa dica: A minha Panton é da Evidenze, uma loja virtual que vende cadeiras de design. O preço é ótimo (bateu a T&S e a Etna), tem entrega imediata pra todo o Brasil e se você estiver no Rio, eles trazem em casa e você passa o cartão na hora (isso é ótimo pra quem quer ver a cadeira ambientada na decoração). Entrei em contato com o dono, falei do Decorviva! e ele mandou dizer que dá 10% de desconto pros leitores do blog que curtirem a Evidenze no facebook. Se você estava sonhando com uma cadeira de design assim como eu, acho que essa é uma boa hora pra transformar sonho em realidade #ficaadica

    . . .

    Não se esqueça de me dar aquela força heim #nãovotenulo kkkk

    Esse não é um post pago.


    0 0


    Novo layout, novas colunas, novas experiências... Aos pouquinhos você vai notando que o Decorviva vai ganhando algumas novidadezinhas por aqui. Hoje venho trazer uma, que de tão simples, parece boba. 

    É a sessão “Lixo-Luxo”, onde vou mostrar pra vocês (com exemplos práticos, feitos aqui em casa) as grandes transformações geradas por uma pequena atitude: Reaproveitar o lixo ou coisas que iriam parar por lá se ninguém fizesse nada.

    Assim como essa almofada, que foi produzida usando um saco que arroz que eu “resgatei” do lixo de um restaurante que eu adoro aqui perto de casa. (Em tempo: Não, eu não fui revirar o lixo de lá! Rs. Acontece que enquanto estava esperando meu pedido, um funcionário entrou carregando sacos e mais sacos de arroz em direção a cozinha, olhei para aquele movimento, mirei na estampa do saco, me apaixonei, pedi pra atendente ver se descolava um pra mim e deu certo. Tá explicado! Rs.)

    Bastou apenas lavar o saco, enche-lo com espuma em flocos (ou acrilon), costurar a abertura... e pronto! Aquele saco de arroz, cheio de potencial mas que fatalmente iria parar na lata do lixo, se transformou numa almofadinha bacaninha e que faz maior sucesso aqui em casa (um monte de gente já pediu pra levar ela embora kkk).

    E ai gente? Que tal dividirmos experiências sobre como transformar nosso lixo em luxo aqui pelo blog heim? Sempre que você vir esse selinho pintando por aqui, significa que algum objeto foi resgatado e reutilizado. E que com criatividade e força de vontade, a gente pode deixar nossa casa mais bacana e o planeta menos sobrecarregado.

    O que acham?

    . . . 

    Lembram da caixa customizada com embalagens que eu fiz? Tudo a ver com Lixo-Luxo né?



    0 0
  • 09/24/12--12:27: É tempo de Morar Mais!

  • Está chegando a hora de começar o evento de decoração mais inspirador do ano: A 9ª edição carioca do Morar Mais por Menos estará aberta a visitação no dia 27 de setembro na sede da Pequena Cruzada, na Lagoa. 

    Mais de cem profissionais assinam os 75 ambientes do evento que tem foco em projetar espaços "chiques que cabem no bolso", sempre com aquela levada “sustentável" que a gente tanto ama. “Além dos espaços residenciais decorados com preço exposto de todos os produtos e serviços, o evento conta ainda com um hostel 100% sustentável instalado em contêineres, quarto de hotel, cinco lojas com produtos à venda, joalheria, café e restaurante. A ideia é fazer do Morar Mais um programa completo”, conta Lígia Schuback, uma das organizadoras (e ex-chefinha do coração! – já trabalhei no marketing do evento e portanto tenho um apreço mais do que especial por todos que estão “atrás das câmeras”). 


    E como tudo no Morar Mais gira em torno de ideias sustentáveis e “do bem”, olha que linda ficou a sacola promocional deste ano. Elas foram produzidas por detentos do Rio de Janeiro, através da ONG Tem quem queira, e utilizam as lonas dos banners da última edição do evento. Palmas pela (linda) iniciativa! (Agora tira o olho que essa daí já tem dono kkkk). 

    Espere só mais um pouquinho porque em breve todas as novidades mais bacanas do Morar Mais Rio 2012 estarão pintando aqui no Decorviva! Já estou contando as horas :-)

    MORAR MAIS RIO 2012
    De 27 de setembro a 4 de novembro 
    Horário: de terça-feira a sábado, das 12h às 22h; domingo, das 12h às 21h. 
    Ingressos: R$ 20,00 de terça a sexta-feira e R$ 30,00 (sábados, domingos e feriados). 
    Cartões de crédito ou débito: Visa e Mastercard. 
    Local: Av. Epitácio Pessoa, 4.866 – Pequena Cruzada - Lagoa 
    Telefone para informações: 2512-2412 



    0 0
  • 09/27/12--07:55: Quem avisa amigo é!

  • Ahhh os vizinhos... Você acaba de se mudar e todos são amáveis, a senhora do apto. 101 bate na sua porta e te dá boas vindas com um bolo quentinho, os gêmeos do 506 fazem um dueto dizendo “Seja bem-vindo!”, aquele vizinho irresistível vem e já te dá um baita de um sorriso e... Hora de desligar da sessão da tarde e voltar para a realidade. 


    Se essa fantasia foi real pra você quando você acabou de se mudar, temo te dizer que as coisas tendem a ir para um lado não muito agradável depois (depois da primeira reunião de condomínio obviamente). Se os assuntos da reunião forem polêmicos então, o sucesso é garantido: Pontos de vista e interesses diferentes se chocam, espaços são invadidos, sentimentos são machucados e o barraco acaba rolando solto. Mas, o que fazer para evitar a 3ª Guerra Mundial no seu prédio? Papel e caneta (por que sou vintage) para anotar as dicas! 

    O profeta já dizia: “Gentileza gera gentileza!”

    Seja gentil! Sim, como nossos pais nos ensinaram, seja gentil com as pessoas que te cercam que elas te retribuirão da mesma forma. Por mais que você não curta seu vizinho, seja legal com ele, ajude se ele está com sacolas pesadas, dê bom dia, boa tarde, boa noite e pergunte como vai. Não precisa forçar intimidade, mas você verá como as coisas são mais simples quando encaradas com um sorriso. Aliás, essa é uma dica para qualquer situação e não só para a convivência em condomínio. 

    Cada coisa (e cada um) no seu lugar

    Todos tendemos a ser um pouco individualistas, é saudável, mas é importante não deixar isso pesar e gerar conflitos. Depois daquela social super animada no seu apartamento, por favor, coloque as garrafas em local adequado, ainda mais se o seu condomínio não tem um bom serviço de limpeza. E se durante o evento aquela amiga bêbada decidir xingar o ex-namorado da varanda, segure-a, seus vizinhos não precisam passar por isso.

     


    Educação se aprende em casa ou... Em apartamento 

    Ao entrar portaria adentro, deixe a TPM ou qualquer resquício de rebeldia adolescente no passado e nada de quebrar as regras do prédio. Elas foram feitas para serem seguidas (mesmo algumas sendo um porre). Se for proibido que animais circulem no chão nas áreas compartilhadas, leve o seu cãozinho no colo, mesmo que ele seja um pastor alemão acima do peso.

    Se as normas forem de limite de barulho, aí mesmo que é bom ficar de olho. Além de ser educado, manter os seus decibéis aceitáveis e entre quatro paredes, ainda te livra de ganhar uma bela de uma multa. Mas se você curte uma festinha e quer reunir os amigos não há problema algum nisso! Que tal tornar a situação boa pra todo mundo? Chame seu vizinho para participar, te garanto que depois de um tempo ele nem vai ligar para barulho.



    De mais a mais, se você for uma pessoa que se mantém na linha na hora de reivindicar seus direitos, ninguém vai te tirar a razão. E também, venhamos e convenhamos, dá pra viver bem seguindo o mínimo de regras, ou você só é feliz dançando “Ai se eu te pego” com o som nas alturas e sem roupa na varanda? 

    Calote? Só no dia de São-Nunca! 

    Às vezes o cotidiano é tão agitado que acabamos esquecendo coisas importantes, como a conta do condomínio. Se você costuma ser esquecido, deixe-a em um lugar visível, eu sempre coloco a minha grudada na geladeira (esquecer de comer ninguém vai!). É super importante pagar sua conta em dia, porque além de evitar uma sobrecarga na sua vida financeira, e com essa taxa que o condomínio pode fazer as melhorias do prédio. 

    Termino por aqui as dicas de hoje, mais dessas virão por aí pra mostrar que com um pouquinho de jogo de cintura e sorriso no rosto tudo tem um jeito! Então, lembre-se de maneirar no volume das festas e fazer o favor de me chamar para as próximas!


    0 0


    Tava aqui pensando com meus botões (de rosa) que ainda não fiz nadica de nada aqui em casa para dar boas vindas a estação mais linda do ano... A Primavera! No último domingo (23 de setembro) ela veio com tudo e, em quase o Brasil todo, trouxe um friozinho gostoso e um convite a deixar a casa mais florida. 

    Como tinha alguns materiais ociosos por aqui, resolvi fazer um presentinho pra casa e celebrar a nova estação como ela merece. Daí montei esse relicário super fácil de fazer e que causa um super efeito, deixando a decoração mais românticazinha. Quer ver como eu fiz pra você se animar e fazer igual? 

    Vamos aos materiais utilizados e ao processo de montagem: 


    Peguei uma caixa de mdf, dessas feitas pra usar como relicário, que você encontra em casas especializadas em material para artesanato (custou uns 7 reais, mas já faz um tempinho que comprei). Tasquei tinta spray nela, usei a cor Verde Esmeralda da marca 94 vendida na Montana (16 reais a lata). Dei duas demãos com intervalo de 15 minutos entre elas. 
    Depois de seca, colei Con-Tact (um rosa flúor lindo) no fundo da caixinha pra dar um acabamento bacana. Mas essa parte é opcional já que colei as flores por cima. 
    Agora é só usar a cola quente para colar as florzinhas de plástico no fundo da caixa. Essa parte é super gostosa de fazer, recomendo fundo musical a sua escolha. 
    Olha como vai ficando... 
    E o grand finale fica por conta da rosa branca (essa é de tecido) colocada no meio das mini florzinhas fake de cerejeira. 

    Primavera, esse é o meu singelo presente pra você. Fico aguardando as surpresas novinhas em folha que você tem reservadas pra mim. Acho essa troca mais do que justa! :-P
     . . .

    Eu faço algumas coisinhas aqui em casa que eu acho a cara da primavera, tipo comprar flores todos os sábados na feira da minha rua, borrifar home spray pela casa uma vez ao dia, colocar folhas de hortelã na jarra de água, acender vela aromatizada durante o banho... e por aí vai. E você, também tem feito pequenos mimos para você e sua casa que combinam com a estação mais gostosa do ano? Conta ai vai!


    0 0
  • 10/03/12--19:54: Quanto mais ideias melhor!

  • E começou a maratona de inspiração para delírio dos apaixonados por decoração (boa, bonita e barata). Começa hoje no Decorviva, uma série de postagens especiais sobre o evento de decoração mais democrático e irreverente do Rio de Janeiro, o Morar Mais por menos. 

    E “morar mais por menos” é o desejo de 10 entre 10 indivíduos que tem apego a casa e ao bolso. Boas e econômicas soluções sempre passeiam por lá e nos convidam a repensar a forma como vemos a nossa casa, nos incentivando a lançar um olhar mais atento e cuidadoso sobre o nosso espaço e principalmente reforçando a tese de que é super viável habitar um lugar bacana sem precisar abrir falência. 

    Que bom que a cada dia que passa essa consciência fica mais forte dentro da gente e o que era novidade agora já é senso comum. Então vamos começar nosso giro “chique que cabe no bolso”? Nessa primeira matéria trago os ambientes preferidos do Decorviva (pelo conjunto da obra e por estarem dentro da proposta “Morar Mais”) e que (por um acaso) possuem um mesmo detalhe em comum: São espaços, digamos assim, corporativos. Sim, todos os espaços que você vai ver agora foram patrocinados por empresas de diversos segmentos e projetados por profissionais que esbanjaram criatividade. 

    Vamos ver juntos? Então senta que lá vem coisa boa! 


    O Espaço Decora GNT quis trazer para perto dos visitantes do evento a dinâmica do programa Decora. A sala, totalmente crua, virou um ateliê charmoso para quem gosta de colocar a mão na massa. No espaço cada material tem seu lugar de uma forma original e super organizada. Um verdadeiro deleite para quem gosta de fazer arte! Nesse espaço o visitante também pode participar de oficinas com a blogueira Thalita Carvalho do Casa de Colorir e aprender como dar vida nova a objetos de casa. Muito bacana! 

    Repare que a quantidade de materiais diferentes não é motivo pra deixar a estante bagunçada. Cada coisa tem seu lugar reservado e devidamente identificado. Muito charmoso e inspirador. As caixas de madeira na parte inferior da estante são usadas como banquinhos. Ideia espertíssima!

    Amei o escorredor de pratos que virou porta-trecos, a caixa de ferramentas que ganhou tinta amarela (está bem no cantinho) pra combinar com o rejuntamento (também amarelo) que somou ainda mais charme aos azulejos brancos. 

    1- Ideia nota 1.000 em aproveitamento de espaço: Cadeiras dobráveis suspensas na parede 2- Um painel perfurado de  mdf é o suficiente para deixar todos os utensílios do ateliê a mão 3- Olhando pra cada cantinho do ambiente você nota a perfeita harmonia das cores, amarelos e verdes convivem muito bem com o tom da madeira clara e as pinceladas de vermelho. Tudo de bom!




    A Brookfield preparou esse espaço para apresentar um de seus novos empreendimentos. São três ambientes muito bem resolvidos que englobam estar e jantar e que exibem grandes sacadas que nos inspiram a tentar reproduzir em casa. Um charme! 


    Materiais e texturas que remetem aos armazéns do passado misturados a objetos contemporâneos trazem aconchego  e beleza sem pesar demais no ambiente. Destaque para a estante e seus adornos, os cachepôs das plantas feitos de saco de juta e a mistura de estrutura de ferro + vidro que divide os ambientes. 

    Clima fazenda-urbana lindo demais: Amei a divisória dos ambientes feitos com tela de arame, o moedor que virou objeto de parede e os canos de cobre aparentes que foram aproveitados para pendurar coisinhas.

    Boas (e sustentáveis) soluções: Floreiras feitas com calhas, luminária de tambor de máquina de lavar e eco-bags que viraram vasos de plantas.





    Trabalhar, cozinhar, inspirar-se e receber amigos num mesmo espaço. Essa é a proposta deste ambiente, repleto de ideias criativas e sustentáveis, móveis acessíveis e soluções de baixo custo que dão toque contemporâneo ao projeto. 


    Em cada cantinho desse espaço multifuncional dá pra sentir o astral contemporâneo e moderninho: Luminárias estilosas, grafite na parede de tijolinhos, mesa de vidro que usa cones de sinalização como base.

    Nada mais atual do que a combinação de cinza (do cimento queimado das parede) com o amarelo (dos armários da cozinha). Mix certeiro se a ideia é ter um ambiente mais moderninho.

    Boas sacadas: 1- Composição de baldes presos a parede para armazenar (e expor) legumes e frutas. 2- Customização divertida de molduras com tinta em spray 3- Tubulação aparente e pintada com cores de tons flúor




    Esse espaço da loja Zebras prima pelo consumo consciente, reutilização de móveis de família e pelo uso primoroso das cores. O ambiente voltado para a venda de produtos infantis também vai agradar bastante aos adultos. Boas e criativas sacadas transformam o espaço e deixam tudo com cara de felicidade. Um mimo!


    Papel de parede (escandaloso de lindo) da ilustradora Colombiana Catalina Estrada. Morro de amores pelo trabalho dela..Quando entrei  no ambiente quase morri :-)

    Detalhes de estilo: 1- A cama saiu do chão e foi parar no teto, super irreverente 2 - Berço amarelo (e lindo) com vários bolsinhos para guardar mimos 3 - Latas de papelão (de massa corrida) ganharam estampas e fizeram bonito na decoração 4 - Basta empilhar alguns cestos plásticos e ganhar uma mini estante para sapatos, roupas ou brinquedos. 5 - Quer botar mais amor na sua janela? Adesivos de coração nela!



    Ufa! Post longo porém cheio de coisa bonita pra apreciar. E você, gostou das ideias? Faria algumas delas em casa? Aqui deu muita vontade! 

    Aguenta aí que logo logo vem mais novidades (e pitacos meus) sobre o Morar Mais Rio 2012. Quer dar um pulo lá? Então veja as informações aqui.


    0 0

     
    O desafio foi lançado! Um grupo super criativo de blogueiras se reuniu para criar um objeto decorativo de parede gastando apenas 10 reais (Ohhhh!). E o Decorviva também entrou na jogada e criou o seu: Um trio de vasinhos para flores gracinha e super fácil de fazer usando conduites de plástico (aqueles que ficam dentro da parede para passar a fiação... Ohhhh!).


    Para fazer igual na sua casa (fica lindo em áreas externas também) dê só uma olhada nesse passo a passo “melzinho na chupeta”. 


    De posse desses itens (que saíram no total por R$ 9,69) agora é só se ligar na montagem:

     

    1 - Corte 3 pedaços iguais do conduite com uma tesoura

    2 - Eles vão ficar assim, com mais ou menos 20cm de comprimento cada.

    3 - Fure a parede com uma furadeira e use bucha e parafuso para prender a braçadeira que será o suporte do conduite na parede

    4 - Dobre o conduite para frente. Para segurar os dois lados do conduite na parede use um elástico para dar firmeza e depois faça um laço usando o fio de nylon. Se preferir você pode usar fita colorida ao invés de nylon

    5 - Coloque água o suficiente para receber a flor no cano do contuite

    6 - Escolha sua flor preferida e pronto! (Você pode usar as duas saídas do conduite para colocar flores ou usar flores artificiais se quiser dar um ar mais kitsch ao conjunto)

    OBS. Se você se empolgar, pinte a braçadeira com tinta spray amarela pra ficar mais discreta. Eu particularmente gosto do contraste do metal com o plástico amarelo. Todos os materiais usados nesse projetinho você encontra na casa de ferragens perto da sua casa, não tem erro.


    Gente, não é só porque fui eu que fiz não...Mas tô apaixonada pelos meus vasinhos :-)

    . . .

    Este post é parte do Desafio de Blogueiras. Este desafio foi "Decoração de parede gastando até 10 dinheiros". Veja as outras soluções (é só clicar nas imagens):






    E aí pessoal, gostaram dos vasinhos de conduite e dos projetos apresentados pelas blogueiras? Então compartilhem por aí para que seus amigos se inspirem também! 
     . . .
    E se você veio até o Decorviva pela primeira vez e curtiu o blog, te convido a voltar mais vezes,  combinado? Vem mais desafios bacanas por aí! :-)


    0 0


    Saudações meus vizinhos de coração! (Coração foi exagero né? Na verdade eu nem gosto muito de vocês... kkkkkk... É mentirinha gente, só para descontrair o post tá?).

    Já foram abordadas anteriormente algumas práticas saudáveis para uma boa convivência em condomínio, aliás, não só em um condomínio, mas em qualquer ambiente. Mas, mesmo você adotando as melhores práticas, as coisas podem acabar desandando e é nesse momento que é indispensável saber interpretar a convenção de condomínio para proteger seus direitos. Prontos? Então todos abram a apostila!

    Hoje é festa obra lá no meu apê!
    Bom, já foi dito que não tem problemas dar aquela festinha de vez em quando, contanto que ninguém extrapole os limites. Mas, e se o seu vizinho extrapolou, o que fazer? Arrancar cabelos? Cometer um crime? Não! Sem medidas drásticas, já que há várias leis que protegem o morador numa hora como essa. Por exemplo, se você mora no Rio de Janeiro, existe a Lei do Silêncio que estabelece que, no período entre 22 e 7 horas, consideram-se prejudicial à saúde, à segurança e ao sossego público barulhos excessivamente altos.

    Então, se você é do Rio de Janeiro e está passando por algum perrengue de obra no vizinho ou raves em terças-feiras às 4h basta ligar para o Disque Barulho: (21) 2503-2795 que um fiscal irá visitar seu apartamento e fará a medição sonora.

    Outras cidades também possuem serviços especializados, em São Paulo, por exemplo, existe o Disque-PSIU: 156 e em Belo Horizonte o Disque Sossego: (31) 3277.8100. A maioria das cidades possui este tipo de serviço, faça uma rápida pesquisa no site da prefeitura da sua e com certeza você irá achar uma solução para o seu problema.

    Todas as Convenções de Condomínios possuem clausulas sobre o barulho e, normalmente, no período das 8h às 18h podem ser feitas comemorações sociais, obras e demais atividades que irão causar um barulho mais alto. É bem comum as pessoas não terem muita noção do que é a Convenção de Condomínio, então vamos dar uma aprofundada na questão no próximo tópico? Acho legar fazer esse link por que todo e qualquer direito revindicado deverá se basear nela para serem aprovados ou rejeitados.

      Qual é dessa tal “Convenção de Condomínio”?

    Muita gente sabe superficialmente o que é a Convenção de Condomínio, mas poucos sabem o que ela juridicamente significa. Primeiramente, ela tem caráter estatutário, ou seja, possui um conjunto de regras que regulam a relação entre condomínio e condômino, sendo assim, abrange desde os moradores até toda e qualquer pessoa que ingresse no condomínio. Dessa forma, se o amigo do seu vizinho resolve estacionar o carro dele na sua vaga você tem todo o direito previsto pela Convenção para reclamar. Vale lembrar também que essa é decidida e aprovada por todos, então caso você não concorde com algo é importante manifestar esse pensamento.

    Se você possui alguma dúvida, vale a pena entrar em contato com a administradora do seu condomínio. Mas se as regras do seu condomínio estão confusas e a administradora está oferecendo um serviço distante, há várias administradoras de condomínios que oferecem serviços diferenciados de acordo com cada necessidade.

    Além das regras de silêncio toda convenção de condomínio deve, obrigatoriamente, tratar da questão dos animais em apartamento.


    Ter (ou não) filhinhos de pata no condomínio.
    Eles alegram nossos corações, aliviam a solidão de quem mora sozinho e são ótimos defensores, mas, de acordo com pesquisas, eles são o maior motivos de desavenças entre condôminos.

    De acordo com o Código Civil Brasileiro é permitido, ao morador, ter um animal de estimação, desde que, a convenção de condomínio não proíba exatamente isso. E já ressaltamos no tópico anterior que a convenção um conjunto de regras estabelecidas por todos através de assembleia.

    Indo um pouquinho mais a fundo, considerando-se que a convenção não cite animais de estimação, a lei 4.591 de 16/12/1964 (chamada Lei dos Condomínios. É legal ler ela com calma) no artigo 19 do capítulo V, diz que todo condômino tem o direito de usar de seu apartamento, segundo seus desejos e interesses, desde que não cause dano ou incômodo aos vizinhos. Já a lei de Contravenção Penal determina no artigo 42 que o causador de perturbação alheia, “provocando ou não procurando impedir barulho produzido por animal de que tem guarda”, está sujeito a penas determinadas pelo Juizado Especial Criminal.

    Ou seja, após esse apanhado bem resumido das leis, podemos entender que o fato de ter um animal de estimação é permitido, desde que, não atinja os direitos alheios. Mas e se mesmo a convenção dando o maior apoio e, somente ressaltando que se deve ter bom-senso, ainda sim o seu vizinho causar problemas, tipo criar inadequadamente o bichinho de estimação? Nessa situação o ideal é contatar imediatamente o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) da sua região e registrar uma denúncia para que a situação seja averiguada por um agente sanitário, essa atitude pode salvar a vida de um bichinho.

    Se você não curte tanto assim, não tem tempo ou pretende deixar o coitado preso na lavanderia é melhor que nem tenha um bichinho para que não cause sofrimento para ele e incomodo para os vizinhos.

    Seu condomínio está adaptado?

    Como último tópico dessa semana decidi abordar um tema que é muito pouco, ou nada, discutido que é a acessibilidade em condomínios, já que medidas de acessibilidade para todos é um direito previsto por lei.

    Poucos síndicos sabem que é necessária a eliminação de estruturas físicas que afetem a qualidade de vida de pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida. Ou seja, por lei é obrigação a promoção da acessibilidade já que ela abrange toda e qualquer pessoa, inclusive, idosos ou até um caso de perna quebrada. Vou listar aqui as medidas básicas de acessibilidade, então fique atento para o caso do seu prédio não possuir nenhuma:

    Para as entradas e saídas: Todas devem possuir superfície regular, firme, contínua, estável e antiderrapante em qualquer circunstância, passagem livre de obstáculos e largura mínima de 1,20m. É obrigatório o uso de piso tátil para indicação de obstáculos ou mudança de plano da superfície e os capachos devem ser embutidos no piso e não ultrapassar 1,5cm de altura.

    Quando é obrigatória a instalação de rampas de pedestres: No caso de qualquer desnível superior a 1,50cm. Todas as rampas devem ter piso tátil para sinalização com largura mínima de 28 cm, localizado antes do inicio e após o termino de cada segmento de rampa.
     . . .
    Bom, por essa semana é só! Por último gostaria de lembrar que tudo dito no post é direito de casa indivíduo, então, se algum direito estiver sendo violado pode (e deve) colocar a boca no trombone!
      . . .

    E você? Tem algum assunto que gostaria de sugerir para a nossa coluna? Então conta pra mim vai? Será um prazer falar sobre as dúvidas que fazem parte do dia a dia do seu condomínio. Tô em casa te esperando, pode aparecer para um café!



    0 0

     
    O leitor do Espaço Decorviva de hoje é daqueles que bate no peito e diz cheio de orgulho: Fui eu que fiz! E com toda razão.

    Hoje tenho o prazer de trazer pra vocês todos os detalhes charmosos e personalizados criados pelo leitor Jota C. Angelo (professor/ilustrador/grafiteiro/blogueiro/gente boa pra caramba) que fez o carinho de me mandar fotos do seu espaço de estudo e descanso e descrever tim-tim por tim-tim todas as soluções bacanudas que ele mesmo criou para a decoração. Vendo as fotos que vem por ai, vai bater uma vontade irresistível de arregaçar as mangas e soltar a imaginação no seu quarto também, te garanto! Portanto desencane e inspire-se. Tá liberado pra fazer igual!

    E eu que já sou empolgada, fico também orgulhosa em mostrar como é inspirador a gente colocar a cachola pra funcionar e traduzir a nossa personalidade na decoração do nosso cantinho. Olhe com carinho para cada detalhe do quarto do Jota e me diga se tudo não é exatamente a cara dele: Super criativo e gente boa pra caramba :-)

    Vamos dar um role juntos por todos os cantinhos desse quarto? O texto é do próprio Jota! Afinal, nada melhor do que ter o próprio morador apresentando a casa né?
     
    O cantinho de vestir:
     
     
    "Vivi meu quarto é o meu cantinho preferido, pois aqui tem todas as coisas que preciso e onde passo a maior parte do meu tempo quando estou em casa. Quase todas as coisas foi eu que fiz, pesquisando em blogs e sites de decoração.

    Escolhi essa arara porque ela ocupa pouco espaço já que meu quarto é minúsculo. Achei na Tok&Stok e ainda consegui um desconto porque estava faltando um parafuso.

    O quadro acima da arara é uma arte de um leitor do meu blog (que virou amigo), o Fabio Lopes de São Paulo. Ele foi escolhido para participar de uma exposição que reunia 50 talentos achados em uma rede social. O shape de skate comprei de um grafiteiro chamado Douglas Oxy. Eu já conhecia o trabalho dele porque fez curso de graffiti na mesma escola que eu.

    O quadrinho dos Beatles eu que fiz. Mandei imprimir a imagem na gráfica em papel adesivo e colei no quadro de MDF.

    Além disso, aproveitei uns retalhos de tecido e encapei umas caixas de sapato."

    O cantinho de estudar:

     
    "Sempre quis ter uma parede cheia de quadrinhos, a minha está chegando lá. O caixote de feira pintado de preto serve como mesa de cabeceira e para guardar documentos em pastas."

    O cantinho de dormir:

    "O edredom foi um achado da Riachuelo (Como é difícil achar edredons com estampas legais e masculinas! Aff!) A almofada é da Imaginarium".
     
     "Já deu pra perceber que sou apaixonado por coisas retrô né? Esse quadro da Betie Page é uma imagem tirada da revistas Rolling Stones e o fundo é um tecido listrado. No vinil fiz o mesmo: Colei uma imagem do Lennon e da Yoko tiradas da revista. O quadro da banda Pata de Elefante comprei numa feira e o do filme Laranja Mecânica achei no blog Casa de Colorir, mandei imprimir e emoldurei".

    Os cantinhos de organizar:


    "Meu quadro de fotos e referências! Usei um ganchinho atrás para pendurar o fone de ouvido. O quadrinho ao fundo que não dá pra ver direito é um Cupkcake feito por mim".

     
    "O quadro de caveira mexicana foi feito por uma amiga artista plástica e tatuadora chamada Débora Páramo. Descanso de copos com imagem vintage da Coca-cola feito por mim com Decoupage. O cacto é uma caneta da Imaginarium e o globo comprei numa lojinha de presentes no shopping. Esse caixote pintei com tinta spray e agora ele serve para guardar livros e materiais de artesanato".

     
    "A estante é feita com caixotes de feira, cada um pintado de uma cor, e as caixas de sapato encapadas com papel e tecido. O espelho em formato de TV e o radinho retrô são da Imaginarium. Esse porta-lápis foi feito junto com meus alunos usando caixas de leite e jornal."

     Os cantinhos de sorrir:
    1- Nichos coloridos para expor a coleção de Toy-art e o quadrinho de Cupcake pintado por mim.
     
    2- Preguei essa prancha de skate na parede para usar como quadrinho, a imagem é uma arte minha. Os dois quadros ao lado do espelho tem pôsteres do meu amigo e professor de grafiti Márcio Bunys.

    3- A letra A eu fiz com papelão e gesso e pintei com spray. Tenho esse porquinho fofo como personagem que grafito nas ruas.

    4- Esse porta-lápis foi feito reutilizando parte de uma calça jeans velha. Preguei-a numa moldura de silk, fiz uns rabiscos e respingos aleatórios com tintas, preguei uns botons e fitas ganhadas no espaço do Multishow no Rock in Rio 2011. O porquinho ganhei de uma amiga.

     . . .
    E ai, conta pra mim: O Jota entende ou não entende de decoração faça você mesmo, heim? E como se não bastasse toda sua criatividade, ele também tem um blog muito bacana chamado "O Último Black Power" onde coloca de tudo um pouco: Decoração, moda, arte, referências de estilo etc... Faz uma visita lá que ele vai adorar!
     . . .

    Já teve outra casa de rapaz aqui no Espaço do Leitor Decorviva, lembra? Eles estão com tudo meeeeesmo! Ponto para os meninos :-)


    0 0


    Sabe aquele estalo que dá na gente quando percebemos que algo maravilhoso esteve debaixo do nosso nariz o tempo todo e só de repente nos damos conta de sua existência? É mais ou menos assim que eu resumo o Lar Decorviva de hoje.

    O tal estalo foi tipo assim: Como a casa dos meus melhores amigos (que é praticamente minha segunda casa) ainda não veio parar no blog? Como dei esse mole? O que deu em mim? Kkkkk... Recuperada desse vacilo lapso, hoje venho com novidades!

    Nessa casa (que também é ateliê e showroom) mora um super amigo (“quase de infância” como costumamos falar) e sua queridíssima mulher, que instantaneamente se tornou best friend. Como este blog trata de decoração, talvez não caiba aqui toda nossa história e todo o sentimento que me une ao casal, mas que certamente esta matéria está impregnada de amor, carinho, admiração e orgulho, isso não dá pra duvidar.

    De um lado Pablo Slawinski, um artista plástico de primeira, divertido, amigo, cheio de opinião sobre tudo e dotado de um bom gosto impar em todas as esferas da vida (arte, música, filosofia etc etc etc)... Do outro, sua mulher Natálya Diório, estilosa, linda, amável, sensível e cheia de talento para produzir vários dos mais importantes eventos de moda do Rio de Janeiro.

    O resultado dessa feliz união se revela em cada cantinho desse apartamento (que mais parece uma casa) e conta uma história de duas pessoas apaixonadas pelo belo, sendo inteiramente fiéis ao amor, aos amigos e a vida. Um orgulho gigante fazer parte disso tudo!

    Preparados para entrar nesse universo que transpira arte por todos os lados? Então vem comigo!



    Quem entra porta adentro dá de cara com esse ambiente cheio de cores e arte! Nas paredes destaca-se a potência das pinturas de Pablo. Elas fazem parte da série "Cativos", fase atual do artista. Esse ambiente também possui peças que falam sobre as raízes do morador: No teto, luminária da Artista Plástica e Lighting Designer Carmen Slawinski (sua mãe) e no chão duas cadeiras desenhadas por Alan Slawinski(seu pai). Sem dúvida, uma família de talentos!
    Cadeira "Estrela" assinada por Alan Slawinski

    Cadeira "Cisne" assinada por Alan Slawinski

    Luminária "Borboleta" de Carmen Slawinski



    Esse trabalho tridimensional faz parte da série "Corpos sem orgãos" que Pablo vêm desenvolvendo. Lindo!

    Olha que lindo essa pintura em cerâmica feita pela Carmen! Eu também tenho uma!!!!



    Na sala de TV (que fica anexo a sala de estar) o banco de pínus acomoda o aparelho de som, CDs e o decodificador. Ideia esperta! Na parede, pinturas da série "Cativos", desta vez pintadas em lona.

    Atrás do espaço de TV fica a mesa de jantar, o lugar mais disputado nos dias de encontro de amigos.

    Ikebana produzida por Pablo com cravos vermelhos. Decorviva amou!

    Um novo uso para bancos de madeira é empilhá-los formando essa estante-aparador. Adorei!



    Pequenos detalhes da cozinha e a geladeira adesivada por Natálya com estampa óptica! Um arraso!




    Indo e vindo! O grande corredor virou uma galeria de arte onde Pablo expõe suas pinturas.





    No quarto de hóspedes, um grande futon vira cama de casal e a mesinha retrô funciona como um mini escritório.




    O quarto do casal é o espaço mais calmo da casa por causa de sua paleta de cores. O branco foi eleito para trazer tranqüilidade onde apenas algumas pinceladas de colorido surgem através dos objetos da decoração.



    Notem que por toda a casa existem muitas janelas que formam verdadeiros quadros naturais. Em qualquer cômodo você sente uma brisa fresquinha entrar. Que delícia!



    Esses objetos cheios de estilo da Natálya deixam a estante ainda mais divertida:




    Esse mimo vermelhinho em cima do espelho deixa clara a grande novidade:
    Sim, eles estão grávidos!!!!! E eu meeeeeeeeeega feliz!





    Diretamente do quarto do casal, uma porta se abre para essa varanda completamente voltada para o horizonte. Santa Teresa é mesmo um espetáculo! 



    Para vocês terem noção do privilégio da vista que eles têm eu fiz esse gifzinho: Se liga! 

    tumblr



    Achei muito bom esse contra ponto: As tintas de Pablo e os cosméticos de Natalya :-)








    É nesse espaço livre de regras que Pablo deixa o mundo de lado e faz seu trabalho acontecer. Um dos ambientes que eu mais amo na casa.



    Tirei foto dos meus pés para você entender. Sim, isso é o chão do Ateliê!


    Fiz um videozinho para apresentar vocês ao Pablo, mostrar um pouco do seu trabalho e mais imagens do seu ateliê. Espero que gostem e não levem muito em consideração o fato de que eu sou uma negação com vídeos kkkkk 




    Quer saber mais sobre o trabalho do artista Pablo Slawinski? Vem por aqui.

    . . .


    E aí gente? Curtiram? Pra mim foi um grande prazer apresentar essa casa que adoro e que abriga duas pessoas tão queridas (Daqui a alguns meses com um novo moradorzinho). É muito amor né? E foi por amor que esse post acabou ficando tão grande... Pra ficar proporcional ao sentimento :-) 

    Pablão, Naty e bebê, amo vocês!


    0 0


    Todo mundo tem um prédio no bairro que é o mais tosco, aquele prédio que as pessoas passam em frente e logo pensam: “ihhh só deve ter apartamento feio ali dentro” ou “essa é a parte feia da rua”. Pior quando é você que mora no prédio feinho e desde a portaria já tem que ir dando desculpas para as visitas: “Não reparem nessa portaria gente! Vamos ter obras em breve e vai ficar bem mais bonitinho...”. Difícil mesmo é acreditar na própria mentira. kkkkk 

    Na real, a modernização das fachadas e a decoração das áreas de uso comum são abordadas, na maioria dos prédios, como um assunto quase irrelevante. Essa maneira de pensar pode acabar se caracterizando como um erro quando começa a afetar a maneira como o prédio é visto e até acarretar na desvalorização dos apartamentos. 

    Por isso, acho legal abordar nessa semana questões estéticas que afetam o bem-estar (e porque não a auto-estima) dos moradores, no bom humor e na vida, já que o ambiente que em vivemos nos afeta, concorda? 

    Em geral, o hall de entrada dos condomínios não é um local em que as pessoas ficam e essa é até uma regra da maioria dos condomínios. Apesar disso, é no hall onde a primeira impressão do condomínio é construída na cabeça dos visitantes. Para a arquiteta Ana Maria Wey, presidente da Associação Arquibrasil, “em hipótese alguma o hall pode ter uma imagem de desleixo ou má conservação, pois é a partir dele que temos a impressão de que o edifício foi bem construído e que suas instalações estão em perfeitas condições”, ou seja, um hall mal cuidado pode fazer as pessoas acharem que o edifício tem problemas estruturais, mesmo não tendo. 

    Antes de sair decidindo em assembleia que é um luxo colocar um tapete de zebrinha no hall, é importante definir o perfil do prédio e dos seus moradores. Por exemplo, se seu prédio tem crianças, o ideal é usar pisos cerâmicos e outros materiais duráveis e fáceis de limpar. O ideal também é que o hall tenha poucos móveis (já que ele não é uma sala) e os mesmos sejam protegidos por tecidos impermeáveis, dessa forma não haverá o risco de estragar com facilidade. Uma boa dica é não usar objetos pequenos na decoração, já que eles podem “sumir” facilmente, e muito menos usar objetos delicados, que adoram aparecer misteriosamente quebrados. 

    Os tapetes são interessantes, mas não são aconselháveis para áreas de muita circulação e nem se no prédio houver idosos, já que o tapete em contato com o piso liso pode causar acidentes. 

    Vale lembrar que toda a decoração das áreas comuns envolve custos adicionais a todos os condôminos e esses custos devem ser aprovados em assembleia, já que se enquadram na benfeitoria do imóvel. Pensando nisso, é mais indicado contratar um profissional para planejar toda a decoração (após ouvir as principais vontades dos moradores) e assim reduzir custos e evitar possíveis desperdícios, além de criar um ambiente harmonioso de acordo com a renda disponível. 

    Se o seu prédio tem piscina, escolha móveis com alta durabilidade e que não necessitem de manutenção, as espreguiçadeiras de fibra sintética com alumínio estão sendo bastante usadas hoje em dia. Caso a opção seja móveis de madeira, é altamente recomendada a aplicação de um verniz apropriado para proteger a mobília contra água. Caso decidam colocar arranjos na piscina, optem sempre por flores naturais ou secas, as artificiais, apesar de práticas, perdem a cor e ficam cheias de poeira quando expostas ao clima. 

    É legal que a partir do momento que seja investido em uma boa estrutura para o condomínio, se estude também a possibilidade de contratar uma equipe profissional para fazer a limpeza do prédio, dessa forma, não haverá risco de perder algum objeto por causa do mau uso.

    Agora que o básico já foi dito, que tal mudar um pouco? Afinal o prédio é uma extensão do nosso apartamento queremos nos sentir em casa nele também, né? 

    Segue um videozinho inspirador de uma transformação de portaria que a Bel Lobo fez no programa Decora. Um luxo!

    E aí no seu prédio? Conta pra mim se você aprova ou reprova a sua portaria no desafio da beleza? Eu acho até que já sei a resposta... Mas não custa perguntar né? Vai que...



    0 0


    Quando começa a temporada de eventos de decoração aqui no Rio meu coração chega a bater mais forte! Se tem coisa que eu adoro nessa vida é perder horas percorrendo todos os ambientes e observar cada detalhe, tentando imaginar de onde vem a inspiração dos profissionais para conceituar seus espaços. E esse ano eles estão de parabéns.

    Esse ano, a 22ª edição do evento no Rio acontece no Flamengo, numa casa super imponente e cheia de charme construida em 1922 (já tendo funcionado como hotel, internato e casa para estudantes universitários) e fez questão de contar a história do lugar com um corredor lotado de fotos e textos de época e deixando em sua maior parte a estrutura antiga aparente. Lindo, diga-se de passagem! 

    Visito o Casa Cor todos os anos e aprovo a decisão de escolher locações diferentes em cada edição, coisa que aguça ainda mais a curiosidade, por que a gente fica doido pra ver por dentro as mansões e palacetes que só admiramos pelo lado de fora. 

    O Decorviva esteve por lá, amou o que viu (uma das mais bacanas edições, pelo conjunto da obra e coesão entre ambientes na minha opinião) e vem trazer um pouquinho dos ambientes que mais tem sua cara. Óbvio que não deu pra colocar tudo o que eu gostei aqui pra vocês…mas isso pode ser assunto para um próximo post! Topam?

    Por enquanto, divirtam-se e inspirem-se nesse mini tour!


    Estúdio da EstilistaGabriela Eloy e Carolina Travaglini



    Foyer do Brigadeiro Carolina Escada e Patricia Landau



    Sala Interativa Tiana Meggiolaro e Bia Lynch



    Laboratório Gourmet Duda Porto


     
    Loft+Rio Luiz Fernando Grabowsky

     
     

      
    Living Erick Figueira de Mello



     Estúdio do Designer Dani Parreira e Flávia Santoro


    HostelBoutique Patrícia Fiuza



    Apartamento da Fotógrafa Adriana Valle e Patrícia Carvalho


    Apartamento Carioca Alexandre Lobo e Fábio Cardoso



    Espero que tenham gostado das imagens! Se você ainda não foi ao Casa Cor Rio 2012 eu recomendo fortemente o programa. Você terá muito pra ver (e pra querer também)!

      . . .
     
    CASA COR RIO 2012
    De 03 de Outubro a 19 de Novembro
    Terça a Domingo: das 12h00 às 22h00
    Av. Rui Barbosa nº 762 - Flamengo - Rio de Janeiro - RJ

    Ingresso
    Terça a Sexta: R$ 35,00
    Sábado, Domingo e Feriados:R$ 40,00
    Estudante (apresentando a carteira e idosos acima de 60 anos): Meia Entrada

    Fotos: Decorviva
     


    0 0


    A vida imita a arte ou a arte imita a vida? Segundo Oscar Wilde“A vida imita a arte muito mais do que a arte imita a vida”... Hummm, não sei não, tenho lá minhas dúvidas. O que acredito de verdade é que, independente de quem imita quem, se a idéia é boa a imitação tá perdoada. Rs.

    Seguindo nessa linha de raciocínio, o que mais inspira o cotidiano da galera aqui no Brasil ainda é a boa e velha novela das 8 (ou seria das 9?). E já que tá todo mundo no mesmo barco, assuma toda a sua brasilidade e aproveite o que o tema da nova novela tem de melhor: "Salve” um espaço na sua casa e mergulhe na inspiração de “Salve Jorge”. 
    Com todo o respeito aos saudosos fãs da Carminha.. Se joga! Essa tendência veio pra ficar!
    No detalhe: Prato super colorido (amei!) para pendurar na parede ou apoiar em um móvel.
    Mate a sede com estilo: Moringa com a bela e protetora oração.
    Quadrinhos em MDF 3D com a imagem de São Jorge.
    Caixas organizadoras que são um "santo" charme!  

    E depois de ver essas peças lindas com a temática do “santo guerreiro” estou bem certa de que é a vida que imita arte. E se essa "inspiração" vem da novela ou não, tanto faz... Só sei que eu quero tudinho lá em casa :-)

    . . .

    Todos os objetos são da Depósito Santa Mariah, uma loja virtual que o Decorviva ama de paixão e que só vende produtos bacanas. Entra lá pra conferir! Ah, é o blog deles também é o máximo, cheio de ideias lindas pra decoração da casa, do jeito que a gente gosta!




    0 0


    Acredito que todo conteúdo abordado nos posts dessa coluna resumem uma única ideia: A vida em condomínio é uma caixinha de surpresas (cheia de pólvora dentro e prestes a explodir rs). Por isso é mais do que esperado que surjam conflitos dos mais variados e por isso é legal fechar a coluna com um assunto que esteve onipresente em todos os temas – a mediação de conflitos. 

    Em alguns tópicos, como os de barulho ou problemas com vizinhos espaçosos, é normal querermos apelar diretamente para o poder judicial estadual (lê-se, meter na justiça). Mas essa é realmente a melhor opção? A resposta quase sempre é NÃO.

    A vantagem de resolver um conflito no condomínio recorrendo ao judiciário é que a decisão final deve ser obrigatoriamente acatado por todos, mas o processo pode se arrastar por anos, além de ter custos altos. Levar um processo adiante contra seu vizinho (ou até mesmo contra a própria administração) as vezes pode significar “ir longe demais” e destruir definitivamente uma relação já conturbada. Por isso, existem outros caminhos alternativos para que todo conflito não precise ser decidido num ringue de batalha judicial. 


    Uma ótima alternativa é a mediação, já ouviu falar? Na mediação uma terceira pessoa, chamada de “mediadora” (que tem poder legal), ouve as partes envolvidas na questão e propõe soluções que satisfaçam todos os lados. A grande vantagem da mediação é que ela pode ser usada em qualquer circunstância e é rápida se as partes chegarem a um acordo. 

    O maior órgão de decisão nos condomínios é a boa e velha Assembléia Geral, e como ela é uma reunião de todos os condôminos para a resolução das principais questões do condomínio, é interessante propor a criação de um Conselho de Mediação formado por moradores previamente eleitos. Dessa forma os conflitos iniciados entre os condôminos podem ser resolvidos sem nenhum deles precisar sequer sair do prédio. 

    Se o seu condomínio não tem esse tipo de Conselho e bacana sugerir ao síndico que procure uma boa fonte de informações para montar um no seu condomínio. Existem administradoras que possuem revistas periódicas, voltadas diretamente aos síndicos e ajudam bastante no processo. 

    Além de ter muitas vantagens, a mediação é a alternativa mais barata para a resolução de conflitos e seu único custo é referente à hora de trabalho do mediador das reuniões. É possível encontrar esse tipo de serviço em todas as capitais. Em São Paulo existe a Câmara de Mediação da Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania onde 95% dos casos que passam por lá tem um final positivo e não vão para o campo judicial, no Rio de Janeiro o Tribunal de Justiça pode auxiliar nessa questão. #ficadica

    . . .

    Viu pessoal, como pra tudo nessa vida tem uma solução? Morar em condomínio tem seus altos e baixos e agir com bom senso, e sobretudo paciência, é fundamental. Então agora que já chegamos ao fim da nossa série de matérias e você percebeu que, como em todo relacionamento, gentileza gera gentileza, que tal bater na porta do vizinho e desejar bom dia? :) Já é um bom começo né? 

    Beijos e até a próxima!



    0 0


    Gente do céu! Minhas mãos coçam, os olhos brilham e chego quase a salivar quando vejo ideia boa e criativa pra decoração. E vou te falar, essa daí e de morrer de amor! 

    Pense em conforto, beleza, diversão e criatividade...Pois é, o estúdio japonês Torafu Architects pensou nisso tudo, colocou no liquidificar, bateu bem e dessa mistura saíram os módulos “Soft Block”, uma linha de tijolos decorados (cada um mais lindo do que o outro) que podem ser empilhados formando sofás, camas, e o que mais a imaginação mandar. 


    Mas peraí Vivi, sofá de tijolo? Isso não dói a bunda não? Kkkkkkkkkk Não gente, (pausa dramática para um suspiro apaixonado) os tijolinhos são de tecido e espuma...#morri. 

      

    Na boa, eu daria um beijo na boca do japa que pensou nisso! E você, designer (de mobiliário, produto, etc) bem que poderia se inspirar e lançar ideias similares por aqui né?...Imagina um bloco em formato de cobogó colorido heim? Ai é que eu enlouqueço de vez! (Ahhh, e desconsidere o lance do beijo na boca tá) :-)



    0 0


    Eis que chega o segundo projetinho da série Desafio de Blogueiras que está já está bombando na internet com a participação em massa (ou mão na massa!) também do público apaixonado pelo “faça-você-mesmo". 

    Desta vez o desafio é transformar um objeto de loja de 1,99 (muitos com aspecto duvidoso, mas com grande potencial) e deixá-lo de cara nova, propondo uma repaginação total ou um novo uso. 

    E a bola da vez aqui no Decorviva foi: 



    É só entrar numa loja de "1,99" (que tem de tudo, menos produtos que custam R$1,99) pra perceber que eles estão lá, fadados a ficarem no chão, deixando todo mundo pisar em cima. Eu mesma já cometi uma atrocidade dessas: 



    Mas agora, munida de muito amor por esses amiguinhos cheios de cores e um futuro promissor pela frente, transformei o dito num Porta-controle remoto + Porta-revistas para ficar apoiado no braço do sofá! Quer um também? Então se liga! 


    Montagem: 

    Você só vai precisar de 2 tapetinhos (saíram a R$1,50 cada), uma agulha grossa, fio de nylon ou linha resistente, uma boa música, alguns minutos de puro ócio criativo e mais nada! Pra começar dobre os tapetinhos na posição indicada e costure seguindo o esquema: 




    1- Meça mais ou menos o bolso das revistas pelo tamanho das publicações que você quer armazenar. 
    2- Faço o mesmo com o bolso dos controles remotos (na sala daqui de casa eu uso 3 – TV, Decodificar de TV a cabo e DVD). 
    3- Se você tiver habilidade com máquina de costura ótimo! Eu não tenho, por isso alinhavei os dois tapetinhos toscamente kkkk. 
    4- Olha o verso como vai ficar. Essa parte vai ficar pra baixo, ninguém vai ver.  



    Costurando conforme o esqueminha lá de cima não tem erro... Seus tapetinhos de malha se transformarão, em questão de minutos, num prático e super colorido Porta-controles + revistas para colocar no braço do sofá. Fez tanto sucesso aqui em casa que já tenho até encomenda dos amigos. Agradou geral! Vamos ver in loco



    E não para por aí! Quando tiver vontade, eles podem transitar por outros cantos da casa. Isso é que é versatilidade! 

    Na cabeceira da cama! 



    No banheiro! 



    Em qualquer braço de cadeira que você tenha em casa! 




    Não sei se sou eu com apego pelas crias ou porque realmente foi uma boa ideia... O fato é que fiquei tão satisfeita com meus “tapetinhos” repaginados que a partir de agora as lojas de 1,99 vão ocupar um lugar de honra no meu roteiro de lojas de decoração. E com muito orgulho! 

    Agora me diz com sinceridade: Ficou ou não ficou bacana?

    . . .

    Quer ver mais coisas lindas feitas com objetos repaginados de lojas de 1,99? Então clique nas fotinhas abaixo! As blogueiras do Clube Decor mandaram bem no desafio! 







    E você? Também aceita o #desafiodecor2? O projeto mais votado será premiado! 

    O vencedor do Desafio Decor - escolhido pela maior quantidade de likes no álbum do facebook - ganhará um prêmio de R$ 500,00 para gastar em uma das lojas de decoração do portal Dsconto. O Prazo para o envio do seu projeto é 25 de novembro. Bote a mão na massa e participe!

    Os blogs do Clube Decor, ou seja, dos links apresentados neste post, não estão concorrendo ao prêmio.


    0 0


    Um dia o telefone toca e do outro lado alguém me faz uma proposta indecente: Vivi, temos uma missão (quase) impossível pra encarar, topa? E eu como já sou chegada numa novidade, mesmo antes de saber mais detalhes, respondo na lata: Topo! 

    Esse alguém era a Thalita do Casa de Colorir(blog-amigo do Decorviva) e a tal missão, pra lá de desafiadora, era decorar 5 ambientes de uma pousada (super charmosa, estilo bed and breakfast) chamada Casa Beludi, que fica no Cosme Velho (RJ), bem pertinho aqui de casa. 

    Em um mundo perfeito, a palavra “missão” já estava de bom tamanho para que eu desse pulinhos de alegria e ficasse rindo à toa... Até que novas e desafiadoras informações apareceram: Temos apenas 2 dias para fazer o trabalho e uma verba beeeem reduzida! 

    O que? Como assim? Jura? Kkkk (riso de nervoso). E passado o susto inicial, pensei: Quer saber, existe coisa mais bacana pra exercitar a criatividade do que trabalhar com grandes limitações (nesse caso, grana e tempo)? E numa fração de segundos estava lá eu, dando pulinhos de alegria de novo! 

    E a parte ainda mais legal disso tudo sabe qual era? Os responsáveis pela Casa Beludi, os fofos Adir e Isabela, nos dariam total liberdade de criação nos espaços a serem decorados na casa. Isso realmente fez toda a diferença! 

    Super animadas que só, eu e Thalita demos logo início aos trabalhos: Pensar nos projetinhos, fazer conta atrás de conta (pra ver se o dinheiro esticava), comprar material, catar tudo que estivesse sobrando em casa, ligar pra pintor e marceneiro, contratar frete pra ajudar no garimpo de móveis em brechós (e caçambas de lixo kkk)... Tudo isso num único dia (domingo), porque na segunda e terça a gente tinha que botar a mão na massa (os hóspedes chegariam na terça a noite, não tínhamos como fugir). 

    E mesmo com tudo meio que sob controle, de uma coisa a gente tinha certeza: Não tínhamos braço pra fazer tudo sozinhas. Precisávamos de ajuda! E foi justamente nessa parte que a gente tirou a sorte grande: Pessoas lindas e generosas se juntaram a nós, doando seu tempo e talento para que esta missão fosse cumprida com honras. Este com certeza (e ai acho que posso falar pela Thali também) foi o nosso maior motivo de orgulho... Trabalhar duro durante 2 dias com gente bacana e do bem... Isso realmente não teve preço! 

    E antes de começar a mostrar os ambientes em si, preciso apresentar pra vocês as “carinhas” que fizeram parte dessa missão. Toda vez que eu mencionar o nome de algum desses queridos ao descrever os ambientes, saiba que teve um toque especial deles no local. Do fundo do meu coração eu agradeço por tudo e digo: Gente, vocês foram sensacionais! Sem palavras!


    Clicando em cada nome você descobre o talento por trás de cada rostinho bonito: Vale a pena! 
    1 -Iáfa Cac  2 - Juliana Amado  3 -Erika Kohler  4 -Laura Sugimoto  5 -Vivian Moutinho  6 -Mariana Mansur  7 -Marina Papi  8 -Bruna Buccini  9 -Ivana Curi 10 -Leticia Cunha  11 -Vanessa Visentin 12 -Breno Visentin 13 -Leandro Pagliaro 14 - Frida Kahlo (mascote gracinha)

    E como esse post estava mesmo fadado a ser gigante (afinal eu precisava contar a história toda pra vocês), eu vou desencanar e (tentar) mostrar um pouco desses nossos 2 dias intensos, porém inesquecíveis. Tá com tempo? Então vem comigo! 


    Essas fotos aí embaixo mostram um pouco do que tínhamos nas mãos: Cômodos bem branquinhos com quase nada e implorando por pitadas de alegria!


    E eis que a nossa trupe adentra os espaços e a sorte é lançada! A seguir cenas fortes de trabalho intenso e corrido, porém repleto de amor e de boa vontade!


    E como depois de tanto esforço sempre vem a recompensa, saca só o resultado desses dois dias de labuta decorativa! 


    Ambiente 1 - Hall do Corredor

    Subindo as escadas para o terceiro andar (nosso point) já dá pra ver que a gente passou por ali.


    Uma luminária japonesa virou arandela na escada e um pedaço de colcha virou tapeçaria na parede.



    Encontramos esses quadrinhos pela casa e tratamos de aproveitar: Executados pela Iáfa com tinta spray + fotos de um catálogo de arte, fizeram sucesso total na parede. A prateleira também estava dando sopa por lá, daí prendemos na parede e pintamos 2 listras com tinta acrílica dando um toque moderninho ao corredor de entrada. 


    Ambiente 2 - Varanda (Lounge + Espaço Internet)

    Esse grande espaço era o nosso maior desafio: Uma varandona fechada que passaria a ser uma área de convivência para os hóspedes e espaço para que eles acessem a internet. Onde não havia nada criamos um lounge super agradável e charmosinho.


    Quase tudo aqui é reaproveitado: O grande banco e a mesinha de centro foram "garimpamos" na rua (Rs). As cortinas foram feitas a mão pela Erika (que trabalheira!) com um tecido que eu e Thalita tínhamos em casa. Os azulejos foram doados por uma amiga em comum (Valeu Roberta Dall Orto!). As almofadinhas foram "costuradas" pela Vanessa com cola para tecido usando retalhos da La Estampa. As duas telas pintadas pela Laura com estampa chevron na verdade são telas de mosquiteiro para janela encontradas abandonadas pela casa.


    A gaiola charmosa foi encontrada perto de um lixão e recebeu tinta spray amarela e luzes pisca pisca para animar. O tapete estava largado por lá e ganhou vida nova depois que fizemos uma bordinha de lona crua colada com cola para tecido. 


    Até um cofre antigo ganhou utilidade: Com espuma e um belo tecido virou um banco estiloso para duas pessoas.


    Esse tapete colorido que você vê na foto é formado por 12 tapetinhos de malha trançada (esses de loja de 1,99) que foram costurados um no outro usando fio de nylon. Trabalho lindo feito por Erika e Laura!


    Encontramos na casa uma prancha de surf (já meio velhinha) e não pensamos duas vezes: Pedimos ao Jorge (nosso adorado "faz-tudo") que montasse uma base usando pedaços de madeira que estavam de bobeira por lá. A prancha, que agora virou assento, foi lindamente encapada pela Iáfa que fez um patchwork com sobras de tecidos da La Estampa.


    Essa coisa rica aí embaixo é a nossa deliciosa mascote Frida Kahlo, cachorrinha da Thalita, que vez ou outra aparecia no pedaço para fazer a galera dar uma relaxada. Repare na pose que ela faz em cima de uma das cadeiras que a gente renovou. Fofa demais! 


    Reparou nesse locker ultra moderno? A ilustração feita direto no armário pelas talentosas Marina e Bruna deram bossa e personalidade ao móvel. Um arraso!


    No canto oposto ao lounge fica o espaço da internet, onde os hóspedes terão acesso aos computadores da casa. Instalamos bancadas feitas de MDF doadas (Thanks again Roberta!). E olha as cadeiras gente! Me emociono, juro! :-)


    Ambiente 3 - Quarto #1

    Agora vamos aos quartos! São dois e quissemos dar "vibes" diferentes em cada um. Nesse aí de baixo usamos e abusamos das cores. Destaque para a "cortina" adesiva na janela (meu vício!), os porta-recados redondos feitos com cortiça, a luminária colorida suspensa por uma mão francesa e os vasinhos feitos com garrafas de azeite envoltas por linha colorida.


    A parede da janela foi pintada num tom café com leite para combinar com a madeira dos beliches. Aparador e cadeira garimpados em brechó e pintados com compressor (tinta esmalte). Os tapetinhos de malha unidos formam essa colorida passadeira.


    Um pedaço de fórmica preta virou quadro para escrever com giz e dá boas vindas aos hóspedes!


    Ambiente 4 - Banheiro

    O banheiro ganhou detalhes que fizeram a diferença: Caixotes de feira viraram colunas para os baldes de ferro com revistas e papel higiênico.


    Na meia parede de azulejos (que estavam pintados com tinta epóxi branca) a Juliana fez esse lindo mosaico com triângulos de Con-Tact preto e cinza. Os murais do coletivo MUDA (que a gente adora!) foram nossa grande fonte de inspiração! No piso (que tinha algumas pastilhas quebradas e remendadas) colocamos esse prático carpete emborrachado (tipo tapetinho de yoga) que pode ser molhado e lavado.


    Ambiente 5 - Quarto #2

    A ideia para este quarto era trazer uma atmosfera mais fresca com toques vintage. O Bufê (também fruto de "garimpo") foi adesivado com Con-Tact preto pela Vivian e pintado por dentro com tinta epóxi pela Ivana. 


    Destaque para as ilustrações feitas com caneta direto na parede pela querida Mariana Mansur. 


    A fotos de Leandro Pagliaro fazem bonito adesivadas em tijolos de vidro levando colorido para a janela que recebeu "cortina" adesiva preta.


    Espelhinhos de plástico ganharam novas cores e formaram um mosaico no cantinho oposto da janela.



    As vedetes do projeto: 
    Cadeiras "garimpadas" e reformadas!


    Todo o mobiliário dos ambientes (exceto as camas beliche) foram trazidas e modernizadas por nós. Todas as cadeiras foram estofadas pela Laura usando tecidos com estampas da La Estampa. Olhe bem para o conjunto e me diga: É ou não é pra morrer de orgulho?


    . . .

    Em tempo #1: Tudo isso que você viu ficou pronto em 2 dias e terminou exatamente na hora em que o Adir falou: Os hóspedes chegaram! (Tipo umas 22:30 da terça-feira). Os hóspedes no caso, eram os integrantes da banda londrina Molotov Jukebox (que adoro), que vieram ao Rio fazer um show no CircoVoador. 
    Em tempo #2: O guitarrista que você viu no mosaico de fotos lá de cima é o meu sobrinho Breno, que brincou mais do que ajudou e Leticia (de óculos escuros) chegou na casa aos 45 do segundo tempo mas ajudou muito na arrumação dos espaços. Valeu meus amores!
    Em tempo #3: Se você tiver alguma dúvida sobre os projetinhos, materiais que usamos, contatos de mão de obra etc... Fala que eu te escuto!

    . . . 

    Espero que vocês tenham curtido o resultado tanto quanto a gente curtiu fazer!


    Missão dada é missão cumprida! :-)

    Mais alguém aí tem uma missão impossível pra gente? Entre em contato!


    Fotos "Making of": Iáfa Cac / Fotos "depois": Leandro Pagliaro


    0 0
  • 11/26/12--13:26: Luzes de Natal, o ano todo!

  • Dezembro nem bem começou mas todo mundo já está com a mesma sensação: Já é Natal! (Na minha casa, na sua provavelmente e na Leader Magazine com toda certeza! Rs). 

    Pra você ter uma noção do quanto os preparativos começaram cedo este ano pra mim, em meados de novembro eu já tinha criado duas árvores de Natal e agora já estou partindo pra terceira (em breve novidades no pedaço!). 

    E como todo Natal (pra ser Natal de verdade) precisa ter luzes piscando por todos os lados, nessa época do ano entra em cena o nosso bom e velho pisca-pisca. Ô enfeitezinho versátil esse heim...vou te falar! Aceita quase tudo que se possa fazer um furinho no meio e encaixar na lampadazinha. Rs. 

    Dia desses andando por uma loja de 1,99 (o paraíso dos pisca-piscas), dei de cara com essas forminhas de silicone para cupcakes e a ideia veio na hora: Vão virar “cúpula” pra lâmpada de pisca! 


    E não é que deu certo! Esse ano meu enfeite de pisca-pisca vem assim, todo trabalhado na gostosura! 

    A luz desse pisca de forminha ficou tão gostosa e aconchegante que desde que montei o meu, ele não para mais num lugar só: 

    Já foi pra dentro da bolsa de feira que fica na cozinha,


     Já fez bonito na minha prateleira de latinhas, 


    Já enfeitou o meu São Francisco multicolorido, 


    E hoje faz graça dentro de um bowl de vidro na mesinha do quarto! 


    Se um dia ele vai voltar pra árvore de Natal eu não sei... Só sei que agora aqui em casa pisca-pisca é coisa pro ano inteiro. 

    Já vou começar a fazer estoque! :-)



    0 0


    Eu poderia estar pintando, eu poderia estar bordando, mas estou aqui, pedindo humildemente o seu voto para que esta linda Árvore “Lousa” de Natal seja a vencedora do concurso ÁRVORE DE NATAL FAÇA-VOCÊ-MESMA promovida pela Meu Móvel de Madeira :-)

    Há algumas semanas atrás, o pessoal da MMM (Meu Móvel de Madeira para os íntimos) entrou em contato comigo mais uma vez (lembra que eu customizei pallets de lá?) me propondo a seguinte missão: Criar uma árvore de Natal divertida e inusitada. 

    Até aí tudo bem, estava tranqüila e confiante, afinal adoro a loja e o pessoal de lá e seria um grande prazer estar num projetinho com eles novamente. Tranqüila estava eu até o momento de ser informada que essa criação faria parte desse desafrio entre blogueiras super talentosas, onde a árvore mais curtida no Facebook da MMM sairia vencedora e com o prêmio em produtos da loja. Bem, a partir daí eu já comecei a tremer nas bases! kkkk 

    Não é moleza não gente! Fazer projetinho pra concorrer com gente tão criativa, dá um frio na barriga danado e é preciso botar a cabeça pra funcionar pra não pagar mico perto de um monte de ideias bacanas. Mas a verdade é que, no final da estória, mesmo que só haja uma vencedora, todas nós sairíamos vitoriosas e essa guerra seria na realidade uma grande diversão! Apostei minhas fichas e fui em frente. Seja o que Deus quiser! 

    E cá estou eu, apresentando a vocês minha singela representante deste desafio, na esperança de ter a sua confiança e ser merecedora do seu voto. Por que a união faz a força e juntos chegaremos lá! (Vivi toda trabalhada no discurso político! Kkk) 

    Vamos ver mais fotos da minha “candidata”, pra você poder votar consciente? :-) 



    Então pessoal, se você gostou das minhas propostas da minha Árvore “Lousa” de Natal e acha que ela pode sair vencedora desse desafio, clique aqui e curta a fotinha dela no blog da MMM. Quanto mais você curtir, mas ela tem chances de ganhar...Bote pilha nos amigos também! 

    Prometo que se minha árvore sair vencedora, eu volto aqui e mostro o passo-a-passo todinho pra você com o maior carinho do mundo. 

    E isso não é só promessa de campanha não viu! :-)




    0 0


    Special Attention!!! 

    QUERIDOS!!!! 

    Vai rolar o 1º BAZAR DECOR realizado por decorviva! + chádecor + Ivana Curi Design... cheinho de coisas lindas (objetos novos, usados e customizados!) para dar aquele upgrade no ano novo do seu lar doce lar, seu cafofo, seu ninho de amor, seu home office, sua cozinha gourmet e até seu wc!!! 

    DIAS 08 e 09 de DEZEMBRO de 2012 das 14h às 21h
    Rua Cristóvão Barcelos, 281 - Laranjeiras - Ver mapa aqui

    VEEEEM, que tem... arte, charme, bebidinhas e belisquetes, muita cor e bom humor... Apareçam e chamem os amigos! Esperamos vocês!!!! 

    Dica da Boa: Todo sábado por volta de meio-dia tem roda de Chorinho na Praça General Glicério (fica na rua que você vai subir pra chegar no BazarDecor). É um encontro de vários músicos tocando clássicos do chorinho numa pracinha super charmosa, cheia de barraquinhas interessantes vendendo CDs, roupas, artesanato, caipirinha feita na hora, além de ter uma feira livre maravilhosa. Assista ao show, coma um pastel na feira e venha encontrar com a gente depois. Fica a dica para um sábado muito bem aproveitado e divertido! 

    P.S. Se você não pode vir porque tem programa melhor (dúvido kkk) ou porque mora fora do Rio contribua com a corrente do bem e clique em curtir nessa postagem para que seus amigos sejam convidados também! E se você vai aparecer curta também mesmo assim, pra divulgar pros amigos ou só pra tirar uma onda com quem não vem :-)


(Page 1) | 2 | 3 | .... | 8 | newer